Estudo acha fungo em mais de metade das máquinas de lavar louça

 

 

Cientistas encontraram um fungo possivelmente prejudicial à saúde que cresce em máquinas de lavar louça, sobrevivendo a altas temperaturas, a altas doses de detergentes e a tipos de águas ácidas e alcalinas.

Um fungo negro chamado Exophiala dermatitidis foi encontrado com o fungo E. phaeomuriformis em amostras tiradas de máquinas de lavar louça em 189 lares de 101 cidades em seis continentes.

O resultado do estudo indica que 56% das máquinas de lavar louça apresentavam o fungo na borracha de vedação da porta do eletrodoméstico. Ambas as espécies são conhecidas por serem capazes de causar doenças em humanos e frequentemente estão presentes em pulmões dos pacientes com fibrose cística.

A pesquisa foi apresentada na última edição do jornal Fungal Biology, publicado pela British Mycological Society.

O estudo não se concentrou em analisar se o fungo da máquina de lavar louça apresenta alguma ameaça á saúde. Ele indica que "outros estudos são necessários", dado o risco de mistura genética neste ambiente incomum.

– A coexistência de diferentes genótipos [conjunto de genes de uma espécie] das mesmas espécies permite possivelmente uma recombinação genética, gerando novos genótipos com potenciais prejudiciais desconhecidos.

Outras espécies microscópicas encontradas em máquinas de lavar louça foram membros dos grupos AspergillusCandida,MagnusiomycesFusariumPenicillium e Rhodotorula.

fonte_http://noticias.r7.com/

publicado por adm às 19:18 | comentar | favorito